quarta-feira, 5 de abril de 2017

SOBRE O RESGUARDAR DE CORAÇÃO



Estou sempre surpresa com a atualidade das Escrituras. Escrita há tantos séculos e tão cortante, contemporânea, realista. Um livro para hoje de um AUTOR FORA DO TEMPO.
Estou pousada em SANSÃO (Juízes 13 a 16).
Os pais ouviram sobre o DESTINO EM DEUS do menino quando ainda no ventre: "porquanto o menino será nazireu consagrado a Deus desde o ventre de sua mãe; e ele começará a livrar a Israel do poder dos filisteus."
Sansão, cujo nome significa COMO O SOL, cresce e tem um encontro com o seu DESTINO (Jz.13:25).
- À semelhança de Sansão, TODOS NÓS, sem exceção, fomos criados para um DESTINO EM DEUS. A nossa história, personalidade, temperamento e experiências fazem parte de um caminho construtivo para alcançarmos e conhecermos o que Deus planejou para nós.
- Em algum momento de nossa jornada, o nosso DESTINO EM DEUS se tornará claro e legível, seremos INCITADOS (impelidos, "perturbados"- os que me conhecem sabem o quanto gosto dessa palavra no sentido de espiritualidade!!!) pelo Espírito a fim de nos conscientizarmos da nossa TAREFA.

As próximas narrativas sobre Sansão são tristes e dignas de muita atenção:
Sansão, como cada um de nós, possuía fragilidades. A história parece apontar o fato de que suas fraquezas não lhe eram claras, ainda que as fossem para seus pais (Jz.14:1 a 3). Ele possuía uma VONTADE FORTE, INCLINAÇÕES para pecados repetitivos e não tratados (Jz.16:1, 4) e por ignorar isso, vivenciou um desfecho terrível. 
O que aprendemos com isso?
- Todos nós, sem exclusão, nascemos com um coração obstinado e precisamos ter NOSSAS VONTADES QUEBRADAS, aprendermos a ouvir NÃO, habituarmos ao caminho da entrega, rendição, morte diária... Os que, dentre nós, não foram ensinados por seus pais terrenos, devem se abrir imediatamente ao DIDAQUÊ vindo do ABA.
- A fraqueza não tratada de Sansão levou-o à ruína. Num primeiro momento, ele passeia entre uma situação e outra, dando sempre alimento a sua fome carnal; o cenário agrava-se, e aquilo que o satisfazia torna-se objeto de sua destruição. Não brinque ou trate com afetos fraquezas que lhe são existentes. Coloque-as honestamente diante do Pai, confesse-as, lute para que sejam tratadas e permita-se ser corrigido sempre que necessário!

- Para Dalila, Sansão DESCOBRE TODO O SEU CORAÇÃO. A expressão é de forte impacto, significando que ele não teve prudência e expôs, anunciou, tornou conhecido suas inclinações, resoluções, paixões e destino. Aquilo que de Deus ouvira, por intermédio de seus pais, compartilhou de forma leviana e descuidada. UM ERRO POSSÍVEL A TODOS NÓS!
TERESA D'ÁVILA escreveu que "dentro de nós há um santuário que não pode ser violado, no qual passam as coisas mui secretas entre Sua Majestade, o Rei e nós." Devemos ser prudentes no que compartilhamos, com quem compartilhamos e no tempo de compartilhar. Estou convicta que haverão momentos, palavras e experiências vividas em SOLITUDE que JAMAIS DEVERÃO SER REPARTIDAS, mas mantidas em secreto.
Eu fui vítima de mim mesma nesse aspecto e posso afirmar com vivência: todo o cuidado é pouco.
Temo quando observo em redes sociais, experiências profundas advindas de momentos com os TRÊS, escritas e abertas a todos, confesso que por opção pessoal, retenho-me de lê-las, por respeito ao LUGAR SECRETO daqueles que as viveram. 
Nosso CORAÇÃO DEVE SER RESGUARDADO, mas precisei sofrer uma terrível (e marcante) dor para aprender o caminho. 
- A expressão letal de toda a narrativa de Sansão está em Jz.16:20,  "porque ele não sabia ainda que já o Senhor se tinha retirado dele." Sinto uma fincada interior só de pensar nisso. A palavra hebraica correspondente ao verbo RETIRAR fala de AFASTAMENTO, SEPARAÇÃO, REMOÇÃO.
Com a retirada de Deus, todo o resto é fatalidade e a morte (seja física ou espiritual) é certa.

Que Deus nos ensine com suavidade o RESGUARDAR de nosso coração, que saibamos ser prudentes no que dividimos e aprendamos a manter em secreto o que deve ser preservado.










4 comentários:

  1. Aleluia!!! É aquela história: A Boa intensão nem sempre justifica ou pode ser a razão de fazermos ou falarmos. É aí entra o discernimento que sei que me falta às vezes. Aviso de Deus, vou vigiar mais. Que Ele me ajude!!

    ResponderExcluir
  2. Maravilhoso!!!! Uma palavra tão atual e tão urgente nos nossos dias!! Que o Senhor conduza os seus nessa verdade!!

    ResponderExcluir
  3. Maravilhoso!!!! Essa palavra é tão urgente e atual; que o Senhor nos conduza nessa verdade!!!

    ResponderExcluir