terça-feira, 3 de novembro de 2015

TSNBH (Ao que lê, entenda-se...)




Vida que não está solta,
Amarrada com firmeza a um feixe,
Frescor,
Reflorescimento,
Fonte de sustento e renovação.
Que o meu silêncio cheio de coisas que sei
Seja o carvão para o fogo ativar!



Por Ariadna de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário