domingo, 30 de agosto de 2015

À BRENNAN MANNING...




A chuva caiu mais lenta naquela manhã,
Partia um miserável abraçado pela graça.
O IMPOSTOR foi então vencido,
Enfim tomado pelo ANSEIO FURIOSO DE DEUS...

Brennan de muitos tons,
Pensamentos,
Lágrimas
E paixões.

Manning de um só ABA,
Contemplativo,
Compadecido,
Contemporâneo.

Homem que beijou a Cruz,
Fez dela poesia e encanto
Sem deturpá-la,
Sem ofendê-la,
Sem teoria,
Andou em vida,
Amou a VIDA
E partiu ao SEU encontro.

Sua "nota" permanece,
No maltrapilho,
Na solitude,
Na colcha de retalhos.
Que os céus, agora em festa
Beijando o filho recém chegado
Destile sobre nós, ainda em terra,
De Brennan, o seu forte legado!


Ariadna de Oliveira

Nenhum comentário:

Postar um comentário