quarta-feira, 17 de junho de 2015

UMA ORAÇÃO


                                  
   

ABBA, o dia começa cheio de cuidados e demandas,
Mas encontro-me aqui, coração em lágrimas, rosto dobrado e espírito dependente,
Tu és meu lugar de esconder.
Falo sobre tudo o que me aflige, rasgo a minha alma já dilacerada e sossego para ouvir a Sua voz que coloca tudo sob nova perspectiva, que conduz meu coração para lugares elevados e ajeita meu pensar e sentir...
Sim, preciso do Seu olhar, de Sua compaixão, de Sua forma de enxergar o circunstancial.
Preciso compreender o que trará alegria ao NOSSO AMADO e ser levada a praticar.
Ajuda-me a amar com a força de Seu amor, um amor que guarda, que olha com ternura, que não amarga, que não se compromete.
Silêncio...
Meu interior começa a arder, um ardor leve e crescente.
Não estamos sós, o nosso PAPAI está aqui, Ele está atento, nos ensinando, aproximando-nos da proposta do VARÃO PERFEITO, Ele está aqui e sorri, o Seu sorriso diminui a dor, muda nosso olhar, muda a forma que oramos...
A Eternidade abraça uma miserável como eu...

Então em minha pequenez, canto para Ele essa canção:

"ABBA, Eu quero correr essa corrida,
Eu quero guardar a fé, ajude-me a receber a recompensa de conhecê-Lo.
Eu quero ser encontrada fiel, eu quero ser achada constante até o fim...
Eu não quero sentir vergonha no dia em que ver Seu Rosto,
Fortaleça minha forma de andar,
Abraça-me com Sua graça.
Eu quero viver diante de Seus olhos,
Eu quero ficar sob o Seu olhar fixo em mim,
Apenas me deixe ser constante aqui, nesse lugar por todos os dias da minha vida!"









Nenhum comentário:

Postar um comentário